domingo, 19 de setembro de 2010

a cólica do recém nascido e a cólica intestinal/gases

Quando analiso o meu google analítco, percebo que uma parte do tráfego vem de pesquisas no google sobre cólica. Estas mães chegam nos meus posts antigos sobre o assunto. Então, para atender estas mães desesperadas, resolvi postar um pitaco que Mari Perri fez lá no Potencial Gestante - vale à pena ir lá ler o mencionado post e todos os comentários para ver que não acontece "só comigo" (aliás leiam o blog todo - muito bom). Pedi autorização à autora do pitaco e voilá: eis a explicação mais clara sobre o que chamo a hora do terror.

"Agora vou virar uma daquelas pessoas que dá pitaco para mãe de primeira viagem e te dar dicas para cólicas do recem nascido (e cuidado para não confundir cólicas do recem nascido com cólica intestinal e gases… cada coisa é uma coisa e cada uma tem uma solução diferente!).
Antes de mais nada, entender o que é cada uma, né?

A famosa cólica do Recém Nascido não tem nada a ver com dor de barriga… ninguém sabe muito bem explicar o que é, mas tudo indica que é uma imaturidade do sistema nervoso (daí passar, milagrosamente, por volta do 3o mês…). O que rola, segundo os estudos mais modernos, é que o excesso de informação (e, para alguém que até agora só conhecia o escurinho e o quentinho da barriga TUDO e QUALQUER COISA é excesso de informação!) faria o sistema nervoso entrar em intensa atividade e meio que entrar em curto circuito. O resultado final da coisa é que o bebê tem fortes espasmos musculares, especialmente na região abdominal (justamente o que causa a confusão toda), e NADA parece aliviar. Não adianta entupir o bebê de Luftal e outros remédios, não funciona! A cólica do Recém nascido tem um traço muito peculiar, acontece todo dia (pelo menos 4 vezes por semana), por volta do mesmo horário. Dura algumas horas (normalmente coisa de 2 a 3 horas) SEM PARAR e como que por milagre, PASSA! Aí o bebê vai dormir todo lindinho e maravilhoso e a paz volta a reinar, até o dia seguinte.

Não tem remédio, não tem milagre… mas tem como melhorar a coisa um pouquinho. Como o problema é excesso de informação, o grande lance é diminuir a quantidade de informações apresentadasRotina é uma boa forma de fazer essas cólicas virem com mais suavidade (o que não quer dizer que não virão!). Tentar manter o mesmo ritmo das coisas e na mesma ordem, não necessariamente o mesmo horário. Mas quanto mais o bebê puder “prever” o que vem depois, menos ele tem que processar o efeito surpresa e ansiedade… ele já sabe que depois do banho morninho virá um delicioso carinho ou massagem, depois uma roupinha gostosa e um peito maravilhoso… não precisa ficar tentando saber o que vem depois.

E, na hora que a cólica aparecer, o ideal é ir para um lugar escuro, tirar a camisa e a roupinha do baby (se tiver frio, tire a roupinha dele e coloque ele por dentro da tua camisa, o importante é o contato de pele entre mãe/bebê – ah… pode ser pai/bebê também, desde que seja com MUITA tranquilidade e que não seja só quando você já está na irritação). Vá para um quarto escuro, quanto mais escuro melhor (conheço quem já se trancou no closet!rs). Sente-se (ou mesmo fique de pé), mas não se movimente muito, apenas faça um suave movimento de balanço para frente e para trás, ou dê leves passadas pelo quarto. Não fale, apenas faça o som de shhhh bem pertinho do ouvido dele e bem baixinho…. O peito pode até ajudar, mas, ele vai acabar associando a calma com o peito e aí o papai acaba ficando totalmente fora da cena, e aí nem quando você estiver MORTA ele conseguirá te substituir…

Se o problema forem só gases (cólica intestinal), essas cólicas virão nos horários mais variados, inclusive no meio da noite. E o choro passará cada vez que ele soltar um pum. O choro vem em ondas, e, geralmente o bebê se contrairá para a frente (na cólica do recem nascido o mais comum é o bebê arquear a coluna!). E, mais importante, a barriguinha ficará endurecidinha e estufadinha. Luftal ajuda nesse caso, MAS, meu pediatra era contra e eu também fui, acho que o bebê precisa aprender a soltar o pum, senão vai ficar sempre meio que “dependente” do remédio. Sugar no peito, quando a cólica é por gases, ajuda MUITO, o movimento de sucção e deglutição estimula o movimento peristáltico e o pum acaba saindo! Mas, cuidado, não fique dando de hora em hora porque o primeiro leite pode aumentar os gases… se for dar o peito com frequência, na primeira mamada espaçada dê o peito desde o início, mas nos intervalos menores de 3 horas, ordenhe um pouquinho do leite antes de oferecer o peito ( o primeiro leite não precisa ser oferecido em intervalos de menos de 3 horas!)… Massagens também ajudam MUITO. Recomendo o livro “O Toque nos Bebês” que ensina muitas técnicas bem legais.

É isso… aprendi na marra… Alice nunca teve cólica de recem nascido, mas, em compensação era a rainha dos gases, e era péssima de cama (boa notícia para o pai no futuro, péssima para mim naquele momento!).

E, a pausa de filho é FUNDAMENTAL… são aqueles 30 minutos que você deixa na mão de alguém de confiança, pede para tirar de perto de você (porque vamos combinar que não adianta ficar com o bebê, mas perto, porque o som do bebê não deixa nenhuma mãe relaxar, né?), aí aproveita para tomar aquele banho tira craca total, com direito a shampoo e condicionador como gente! Vai ao banheiro com calma (porque, na boa, a coisa que mãe de recem nascido mais faz é ficar segurando até aqueles 20 minutos quando ela finalmente consegue botar o bebê no berço e até ele acordar de novo!), e ninguém fala nisso, porque, afinal, ir ao banheiro, ao que tudo indica, é supérfluo!

Aproveita para deitar na frente da TV ou sentar na frente do computador, ou pegar um BOM livro que não fale de arrotos e mamadas e ninadas! Em 30 a 40 minutos você se sentirá renovada e pronta para curtir até o chorinho do seu filhote…

Ser mãe não é só flores, mas esquecem de nos contar os detalhes mais sofridos, né?"

A minha Alice tinha cólica do nascido e atender a estas orientação acabou com isso, então os episódios de hora do terror normalmente eram nos dias de muitas visitas, saídas longas ou mesaniversário. Raros, raros... Evitávamos a todos custo e quando acontecia sabíamos o que fazer, que ia passar e que a bebê não ia morrer... Arthur não teve nenhuma das duas, mas até hoje, se passa da hora de dormir ele dá uns ataques.

Sobre o que Luíza escreveu lá no post, sobre a tristeza, o desespero misturado com um amor infinito: ninguém te conta isso, mas pelos comentários percebam como é normal, usual e até comum, as mães sentirem-se desta maneira. Para mim foi um serviço de utilidade pública ler algo assim... Na minha primeira viagem eu me sentia tão potente e tão impotente, tão amada e tão cansada, tão responsável pela vida de outra pessoa, que vivia dizendo que tinha perdido o direito ao suicídio: agora não posso mais me matar, esta pessoinha depende de mim e isso é tão-tão pesado!!!

Mães de primeira viagem: incluam os pais nas tarefas e nos cuidados com o bebê e aceitem ajuda, ajuda esclarecida e sintonizada com seus objetivos (se você quiser amamentar peça com antecedência que ninguém insista em dar LA, por exemplo - mas isso é assunto para outro post).

Uma sugestão prática: insira no enxoval dois meses de ajuda doméstica profissional - pagamos por tantos itens caros e superfluos, porque não incluir dois salários mínimos para pagar alguém para lavar, passar, cozinha, faxinar no seu lugar - o primeiro mês é muito difícil, cuidar do bebê já é punk, preocupando-se com a casa então e ninguém aguenta!!!

Mamães experientes: outras dicas???

Mães de primeira, gestantes e tentantes: espero que gostem!!!

Ah, leiam os livros recomendadas por ela e por mim... Ajuda muito...

70 comentários:

Karol Pereira disse...

Olá! Adorei as dicas... Meu filhote teve muitas cólicas. Agora, são os gases. Coitadinho,não consegue nem dormir direito!!! Mas, vou por em prática as dicas que você postou!
Beijocas doces, Karol *Nova Mamãe*
http://maisquepalavras-ke.blogspot.com/

Luíza Diener disse...

Pois é. ninguém conta pra gente essas coisas. eu nem sabia que existiam diferenças de cólicas. achava que era tudo parte de um só pacote.

e esse lance de amar e odiar? bom saber que não sou a única no mundo. já tava me achando meio psicopata. ehehehhe

beijinhos e valeu aí!

Chris Ferreira disse...

Nossa Mari,
você já deu todas as dicas. Ótimo o post.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Mariana - viciados em colo disse...

Karol, as massagens funcionam bem para gases... Tente mesmo!

Luiza, ninguém conta mesmo...

Chris, vc já deve ter esquecido esta fase, né...

beijoca

Patricia Novaes disse...

Mari! Amei seu blog e já estou te seguindo viu!
Ótimo esse post sobre cólicas, já enviei pro meu marido, é sempre bom ter mais alguém pra lembrar dessas coisas nas horas de apuros né!
Beijinhos
Patricia Novaes
http://coisinhasdafamilia.blogspot.com/

Sandra Hellen disse...

Não cheguei ao seu blog através do tema "cólicas", mas acabei achando esse post mais acessado que caiu como uma luva...
Tenho um bebê de 1 mês que diariamente sofre com a "cólica",e o interessante que mesmo sem saber dessas dicas muitas delas eu já vinha fazendo por puro instinto materno...gostei da dica do leite, acho que por isso ele está tendo gases, não ordenho antes de dar novamente o peito em menos de 3h...

Obrigada pelas super dicas!!
Beijos

Eli disse...

Olá estou com uma princesinha em casa que tem tido muitas cólicas...E já estava me desesperando...chorando junto com ela...Mas, após ler seu texto fiquei mais tranquila em saber que inumeras mulheres já passaram ou estão passando por isso tbm...Ufa! Me senti aliviada e confiante que vou ajudar minha bebê a passar por essa fase...Obrigada pelas dicas...

di leao disse...

ola! nao cheguei ao blog pelo motivo "colicas", mais vi o link e é sempre interesante ver novas dicas, ainda mais que eu andava com umas duvidas, pois entao sou mae dos gemeos Nicolas e Arthur hoje com 4 meses e 13 dias, eles nunca tiveram a tal colica de recem nascidos o que eu achei uma bençao, mais depois dos 3 meses começaram a ter "colicas" que na realidade sao gases e realmente é a hora do terror, é preciso respirar muito fundo, geralmente eles intercalam, um dia um um dia o outro tambem tem dias que ninguem tem ou que os dois tem juntos, geralmente eu estou sozinha ai é terror de verdade por que um ve o outro chorando e chora tambem. Geralmente fasso massagens na barriguinha e os puns vao saindo, mais confeso que ja apelei para as gotinhas.
As dicas foram muito boas.
bjoss Di

Carol Damasceno disse...

Mari me identifiquei com esse post. Minha Laura teve as cólicas e agora tem o intestino presíssimo.... Tenho que dar complexo de fibras pra vc ter noção da gravidade. Mas muito boas as suas dicas e vou ver se leio o livro.
beijinhos

Erico disse...

Muitooo bom! Aprendi muito

Fatima Winkler disse...

Meu bebê esta com 6 dias hoje...e suas dicas me ajudaram bastante. Bjos

Mariana Machado de Sá disse...

Olá Fátima! seja bem-vinda a esta montanha-russa que é a maternidade. Estes primeiros dias são uma loucura: pode contar com este espaço. Se precisar de algo, estamos aqui!
Beijoca

Pollyanna Alves disse...

Gostaria que alguém falasse isso...

 "Uma sugestão prática: insira no enxoval dois meses de ajuda doméstica
profissional - pagamos por tantos itens caros e superfluos, porque não
incluir dois salários mínimos para pagar alguém para lavar, passar,
cozinha, faxinar no seu lugar - o primeiro mês é muito difícil, cuidar
do bebê já é punk, preocupando-se com a casa então e ninguém aguenta!!!"

... ao meu marido, que usa perfume importado até pra dormir e jogar futebol, gasta horrores em restaurantes caros, e quando digo que preciso de ajuda com a casa ele diz que JUNTOS daremos conta. E no final das contas passo o dia com a cozinha imunda, me alimento só de condimentos e frutas pq não tenho tempo nem de tomar uma ducha (em consequencia meu intestino fica preguiçoso ao ponto de me machucar todinha), imagina se tenho tempo de preparar uma refeição? Jamais! E ainda fico 2 semanas com cesto de roupa suja e uma troxa de roupas da ultima lavagem esperando a boa vontade ele (até que eu dê um piti).

Nem que eu deixe o blog aberto no notebook pra ele ler quando for usa-lo, ele fecha a "página de mulher" e nem lê...

Mariana Machado de Sá disse...

me manda o e-mail dele que falo!

Marina Minari disse...

Acabei de descobrir que meu bebe não tem cólica de recem nascido e sim cólica de pumzinho... mamar no peito faz ele ficar tranquilo na hora e nessa mesma hora ele solta todos os puns do mundo. No começo eu achei que fosse coco, mas ia trocar e só um rastrinho. Fiquei mais aliviada com o post. Bom demais, agora eu sei onde estou pisando.
Obrigada por compartilhar.

Mariana Machado de Sá disse...

eu adorava quando meus filhos soltavam pum... tão bom!

Ivone sales disse...

To super nervosa minha bebe de 21 dias esta ha 3 com muitos gases, chora muito e quando solta o pum fica mais trAnquila. To apreensiva achando que n eh normal.

Silvia disse...

Eu gostei muito da matéria e eu fiz exatamente como diz...Deu tudo certo, porém usei e abusei do luftal, pois aliviava a dor e hj minha filha com 5 anos, sabe soltar pum, sem problema nenhum...aliás, é craque nisso...risos

Hellenmoreno disse...

Geeeeeeeeeente! Tô passada!!! Amei essa matéria! Realista e verdadeira! Amo meu filho, mastambém sinto falta de ser eu mesma..mulher independente... Que tem tempo para tomar aquele banho e não se sentir culpada! Rs

Eu chego lá... O Murilo tem só um mês! E que mês esse!!

maah disse...

adoreiiii!!!...vou ser vóvó e estou maravilhada com suas dicas.....estou compartilhando com minha filha q está pra ter bb na semana q vem....
fico sempre atenta pois ja fazem 20 anos q naum cuido de um bb q tive q procurar dicas e me informar mais...kkk......abraços e obrigada

Pai_babao disse...

Avisa a ele que quem não dá assistência, perde pra concorrência !!!

Lisiane Zamora disse...

Muito bom Mariana, adorei a forma simples e realista com que você se comunica. Não é meu primeiro filho tenho dois, um com 25  outro com 14 anos e agora aos 44 veio uma menina que está com 1 mês e 25 dias, eu me sinto como mãe de primeira viagem(deletei da minha mente esses 3 primeiros meses de vida dos meus meninos eu havia  esquecido de como eles são dificeis e estressantes rsrsrsrs). Já li tanta coisa sobre cólicas do bb na internet, mas nenhuma tão esclarecedora quanto o teu post, esclarecedor e divertido, o comentário sobre banho e idas ao banheiro então, muito bom., E eu achava que por ser mãe pela terceira vez não passaria por isso, mas não tem escapatória. Adorei virei sua fã e vou indicar pras futuras mamães que eu encontrar. 
Como diz uma prima minha;     Ser mãe e pra descer do paraíso.  kkkkkkk
Beijos

Mariana Machado de Sá disse...

Obrigada!

Catarina e Hélio = Maria Clara disse...

Que belo post! Muito Bom para mantermos a coragem de dar irmãos a Maria Clara (tem 25 dias) e que vai tendo umas colicas frequentes no final da noite (a esta hora 00:30 deve parar) e, por vezes, durante a manha. Depois de lermos tanto sobre este tema, este post, sem duvida e o mais genuíno e simples. Ajuda a pensar que, se tudo correr bem, as colicas só duram até o Natal (+/- 3meses)...
Obrigado

Mariana Machado de Sá disse...

 Hélio,
tentem manter uma atmosfera calma, evitando muita agitação, barulho e muita gente pegando durante uns dias para ver se funciona... se a cólica melhora... Procure estar sempre com ela perto de vocês, no colo, pele com pele... que bebês precisam de pelo menos mais uns três meses de "útero" para ficar no ponto! rsrsrs
Sim, é bom ter fé que no Natal, vocês ganham este presente!
Boa sorte e volte pra contar o resultado!
Abraços maternos!!!

Marcelo Rodrigues disse...

Parabens pelo blog, de todos os artigos que ja li a respeito e em grandes sites de auxilio para pais de primeira viagem nunca li algo tao simples objetivo e extremamente util. Mto obrigado pelas dicas!!!!

Julianabnsw disse...

Adorei pois estou passando por tudo isso com minha pequena Giovanna.

jussara dos santos disse...

estou muito preocupada meu bebe se torce o dia inteiro fazendo força e a noite fica vermelhinho ja passei na pediatra ela disse que é normal passou dimeticona pra gases mas não resolveu o que eu faço?

Marianamachad disse...

É complicado dizer. Se a ped diz que é normal, eu - no seu lugar - daria colo, evitaria agitações, barulhos, visitas e observaria. Eu evitaria comer leite e derivados, feijões e folhas, que costumam dar cólica quando amamentamos... procure estar tranquila...
Abraços...

Marcia disse...

Olá Mariana
Meu filho tem o mesmo problema sofre de gases e nao consegue dormir. Ele se retorce a noite toda, quando consegue soltar o pum volta a dormir e dali cinco minutos volta se retorcendo com gases. Ele esta com 2 meses e nao consigo dormir nada a noite entre as mamadas. Será que isso melhora com o tempo??? Da sua filha melhorou quando ?
Eu to muito cansada e nao consigo dormir nada a noite.

Obrigagada
Abraços,
Marcia

Eduardo Lutti disse...

Olá, estou vendendo dois vidrinhos de Colic Calm para minha cunhada. Segue o anuncio:

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-457624388-colic-calm-alivio-imediato-para-bebs-com-colicas-e-gases-_JM

Juliana Alves disse...

Excelente post!!!
Simplesmente amei...

Anônimo disse...

Hi, i read your blog from time to time and i own a similar one and
i was just curious if you get a lot of spam feedback?
If so how do you prevent it, any plugin or anything you can advise?

I get so much lately it's driving me mad so any assistance is very much appreciated.

Feel free to visit my blog post diets That work
my webpage > diet that works

Gilberto disse...

Melão faz algum problema pra amamentação?

Mariana Machado de Sá disse...

Nunca ouvi restrições ao melão, mas é legal observar as reações do RN quando a mãe come qualquer alimento. Cada um é cada um ;D
Fiquei curiosa: por que melão? Conta mais...

Ana disse...

Aff...quanta futilidade...contratar uma domestica?! E quem é pobre minha filha como faz? Eu estou com meu bebê de 36 dias fiz cesaria e nem por isso deixo d fazer as coisas da casa isso é desculpa de pessoas incapazes...Gente acorda!!!

Mariana Machado de Sá disse...

futilidade? jura? você entra na 'minha casa', lê as minhas dicas e se sente no direito de gastar seu tempo para me ofender? é isso mesmo, Ana? esta foi a única parte do post que você sentiu vontade de comentar? não tem nenhuma dica para oferecer? não tem nenhuma pergunta a fazer?

veja bem: está com um bebê de 36 dias, provavelmente com cólicas - só chega neste post quem põe palavrinhas mágicas no google - e você deve estar cheia de dúvidas sobre o que fazer... mais nada neste post te mobilizou? acho que você está mesmo precisando de ajuda!

como você, várias mulheres são CAPAZES de cuidar de um RN com a dedicação que ele precisa e da casa, mas é muito mais humano aceitar ajuda ou pagar por ajuda e muito mais justo dividir as tarefas com o companheiro. é esta a minha dica... e se a pessoa é pobre, e de bem com vida, ela terá a ajuda sem precisar gastar um centavo com isso.

lamentável!

Cris df disse...

Adorei vc está de parabéns!!! Minha filha está com 10 dias,mama muito e sempre solta um punzinho e faz coco qd mama,só q agora ela começou a reclamar dormir pouco e fica toda vermelinha p fazer o cocô e dar pus,tô achando pelo q vc descreveu q é cólica intestinal,gostaria de saber sua opinião pois estou começando a me preocupar,vc pode me ajudar? Desde de já agradeço

Isla disse...

mto bom esse post me acalmou mto em saber q não estou sozinha, qdo me contavam q existia essa tal cólica dos 3 meses não acreditava, pois meu 1° filho não teve, agora no 2° vi q é vdd e q é a situação d impotencia mais horrivel q existe, mesmo sabendo q ão tenho culpa tenho vontade d não comer mais pois não sei q alimento vai pro leite....

Diego disse...

Sou papai de primeira viagem e, pesquisando sobre os gazes constantes e altos que minha filhotinha solta, acabei chegando aqui e gostei muito do que li. Obrigado, Mariana!

Mariana Machado de Sá disse...

Fico muito contente que tenha gostado!

Mariana Machado de Sá disse...

A boa alimentação é fundamental para a amamentação. Não pode ficar sem comer, não! :) vai escolhendo os alimentos e observando as reações, tome muita água, descanse e procure proporcionar um ambiente tranquilo para seu bebê. Você sabe que em pouco tempo, passa... Abraços

Mariana Machado de Sá disse...

Se ela está mamando em livre demanda, está um ambiente tranquilo e se desenvolvendo bem, acho que não há o que se preocupar. Se ela fica vermelhinha, faz força e o cocô/pum saem está tudo certo. Mesmo assim, converse com o ped sobre isso e cuida da sua alimentação. Beijoca

Jessica - Guilherme25dias disse...

ótimo post, só tem um erro... a contradição em: … Alice nunca teve cólica de recem nascido, mas, em compensação era a rainha dos gases,... e ...A minha Alice tinha cólica do nascido e atender a estas orientação acabou com isso,...
se for mentir pra ajudar, observar melhor esses erros.

Mariana Machado de Sá disse...

Jéssica,

antes de chamar alguém de mentirosa, leia melhor! leia de novo! são duas marianas (mariana perri e eu), mães de duas alices, com duas experiências de maternidade diferentes que se complementam. quando mariana perri fala está recuado mais para direita, quando eu falo está como texto normal, mais a esquerda.

não sou especialista e só me dou ao trabalho de escrever e compartilhar meus aprendizados e experiências porque sinto que colaboro com muita gente com dúvidas, como muita gente colabora no exercício da minha maternidade. e você, porque se deu ao trabalho de logar e comentar? que boa intenção te trouxe aqui? ah, queria apenas me alertar? se este é caso, penso que poderia ter sido mais educada... menos ofensiva... lamentável!

Mariana Sá, a autora do blog!

ângela disse...

Parabéns. Perfeito o que escreveu. Assinou em baixo do que a Lisiane escreveu. Sou mãe de terceira. Um de 15, uma de 5 e a bebé de 45 dias. Realmente não existe milagre, amor e paciência e o fundamental

elaine disse...

amei as dicas!me ajudaram muito agora eu sei que o meu bebe tem colica intestinal.

le disse...

tambem estou passando por isso meu bebe tem 18 dias e esta com muitos gases lendo a materia creio que deva ser o leite que tbm me da gase vou para de consumir gostei muito das dicas e graças a DEUS meu marido tem me ajudado muito !

Anônimo disse...

http://eekshop.com
You'd think that a multi function guy is that the get hold of element easy to understand more about keep everywhere over the touch providing some one a a child he's want to buy on the basis of sending her a words and phrases message as tall as especially after the at the outset date. However,it seems that distinctive guys haven't quite caught throughout the for more information regarding going to be the convenience to do with"keywords dating"therefore don't you think matter what exactly is a number of times all your family phrases them, they just don't respond What would be the fact a an infant girl to learn more about have to worry about

Diego disse...

Excelente artigo. Sou pai de primeira viagem e as colicas do Heitor, de um mes, deixam a gente em desespero. Vou testar as dicas. Aqui colaboro o maximo cm minha esposa, mae tem q ter o momento dela. Bjs e obrigado

Talita Tuler disse...

Nossa tudo que você prescreveu é que o meu filho de 1 mes e 7 dias esta tendo, to aguniada com essas gases, vou observar se é o leite q tomo, da uma peninha ele chorar de gases, mas vou fazer suas dicas e vamos ve se ajuda! Obrigada por me mostrar q nao sou a unica a passar por isso! Adorei o poste! Beijos

Mae disse...

Muito bom o artigo...minha bebe tem os dois tipos de colica...so queria saber: a colica intestinal tambem passa com 3 meses? Obrigada...

Mariana disse...

Acho perigoso estabelecer uma data para as coisas terem um fim. Tudo são aproximações. Não posso afirmar que passe, nem que continue. Mas posso garantir que a observação cuidadosa do bebê, para saber como ajudar, é fundamental.
Mariana

Silvio Reis disse...

A minha mulher teve dificuldade em acordar para o fato de que se ela fosse cuidar da casa como ela sempre fez. o nosso filho é que ia sofrer. A minha mulher é do tipo que esfregava banheiro para ensinar a empregada como queria que ele fosse lavado e fazia isso no sabado porque trabalha fora como todos nós. Ainda bem que aceitou ajuda da mãe e de ter a empregada sem tanto estresse. A mulher ter ajuda no resguardo sempre foi comum no passado, normalmente era a propria mãe da nova mamãe. Em comunidades carentes é muito comum os vizinhos ajudarem se revezando na limpeza da casa, lavagem das roupas e na alimentação da mulher. Não vejo nenhum problema em pagar para ter essa ajuda. No meu caso a minha sogra tem sido um anjo cuidando da minha mulher, mas é uma relação complicada para muitos casais e eu mesmo tenho dificuldade de falar para ela ignorar a minha roupa e o resto da casa e deixar para a empregrada fazer isso e se dedicar a cuidar apenas da filha, fazendo a comida que ela gosta, ajudando com o nosso filho etc.

É claro que ter ido para Paris passar a licença maternidade tambem ajudou :-) É brincadeira, mas não seria nenhuma futilidade fazer isso!

Silvio Reis disse...

É claro que cheguei aqui procurando colica recem nascido. O meu pequeno Gabriel de apenas 20 dias chora e dá um pena, é de cortar o coração. Já aprendi que quase sempre é colica de gases, como a minha mulher diz é a cara da mãe, mas o intestino é do pai. A massagem de fazer ele "pedalar" ajuda a sair os gases, também faço massagem muito de leve, pequenas batidinhas com os dedos na barriga dele e dá para ouvir a festa na fralda. Quando bate o choro de colica do recem nascido só carinho ajuda, eu coloco uma bolsa de agua morna embaixo da minha camisa, me deito e coloco ele em cima e fico conversando com ele até acalmar. Na boa, até eu durmo nessa hora com aquela bolsa quentinha na minha barriga e aquele suspiro de nenem pertinho da gente :-)
Parabéns pelo blog.

Mariana disse...

Silvio,
muito obrigada pelo comentário! é alentador ler um comentário masculino como este aqui no blog: realmente fico feliz e minha crença na humanidade e num mundo melhor se renovam! é uma coisa tão básica, mas ainda muito rara: parabéns por participar e aproveitar a paternidade! ganha o RN, ganha a mãe, ganha vc e ganha o mundo!
Abraços

Mariana disse...

Bateu saudade agora!

Brenda disse...

16 dias de nascido,algumas noites de sono (horas de sono) pior ainda quando se é mae solteira,ain que desespero... amei o post e agora consigo saber quando é gases e quando é colica,e sem duvidas contratar alguem é importantissimo,minha mae tá cuidando de tudo,pagaria tudo que eu pudesse pra ela, tenho 21 e sei fazer de tudo mas morreria se tivesse que cuidar do RN e da casa e ainda de mim :\
AAHH parabens as mamaes,que vida louca!

Mariana disse...

muito colo para as três, avó, mãe e RN!

Michele Marques disse...

Olá adorei seus comentários eles realmente falam de tudo que está acontecendo com o meu bb e comigo, principalmente o fato de não ter tempo para nada sem esseções. valeu apena ler esse texto !!!obrigada.

TATIANA disse...

Mariana, nome lindo da minha filha hoje com 2 meses e 5 dias. Sofre muito de cólica intestinal, faço massagens, banhos, bolsa...a noite a partir das 20 hs, o terror comeca, ai vai até umas 23 hs...chorando chorando...Percebi que a menina estava com a barriga estufada, estendida..coloquei delicadamente o supositorio de glicerina (em volta) ela evacuou bastante......agora tenho duvda se esta com intestino preso...ela faz forca mas nao vem nada, as vezes em pouca qtde....bjs obrigada

Adinário do Nascimento Filho disse...

Mariana Machado de Sá, Você é massa! Ótima iniciativa a sua! Tenho certeza absoluta de que você está ajudando muitas mães de primeira viajem e as outras também, parabéns mesmo!

Andrea ferraz disse...

Padecer...
Mas ótima colocação. Eu tb não sou mãe de primeira viagem, mas ja havia me esquecido desse inicio. Minha filha tem 6 dias e ja sofremos horrores. Tentarei manter a calma e seguir as dicas!

Ana Paula disse...

Gostei muito das dicas. Meu filho está com 10 dias, ainda não teve cólica, apenas faz careta na hora de fazer cocô. Rs Mas já comecei a pesquisar sobre o tema para me preparar melhor e saber o que está acontecendo, caso ele venha a ter. E o mais importante é saber o que eu posso fazer para ajuda-lo.

Bianca disse...

Gostei muito, meu filho chora 24 hs direto ....não sabia o q fazer

Luciana Barreto disse...

Olá Mariana! Sou mãe de primeiríssima viagem e meu Príncipe Lucas esta com 26dias. Ainda não tive experiência com a cólicas, mas agora com seu artigo com certeza estarei mais segura se s mesmas vierem. Beijo!

alan disse...

muito obrigado fui bem instrutivo!!!!!!

Adalberto disse...

Fail! Antes de criticar, prestar atenção! Consistindo a crítica, usar de educação!

Frau da Hair disse...

Mariana, voce escreveu um maravilhoso texto, parabéns! A minha filha tem dois meses e não dorme durante o dia. Ela esta sempre agitada, olhando tudo, com dores na barriga, cansada e com muito sono. Passo o dia inteiro com ela no colo. Ela não ficar com ninguém e se asustar por tudo. Eu não sei mais o que fazer, ela da cada grito e encolhe as pernas.

Mariana Machado disse...

Ela esta mamando do no peito? Como está a sua alimentação? E o seu descanso? Você tem ajuda com a casa? Tem apoio do pai? Você, de uma maneira geral, está bem? Está se aborrecendo com algo externo? Ela está com acompanhamento médico? Descartou refluxo? Descartou gases? E a casa como é durante o dia? Tem silêncio suficiente? A TV fica ligada o tempo todo? Existem outras fontes de audiovisual? Enfim, quando um RN chora muito ela sinal que pode ter algo errado... Observe sua rotina e tenha certeza que vai passar...